Últimos conteúdos

CPF na nota: será que vale a pena?

0
0 Shares

Se você sempre fica em dúvida sobre colocar ou não o CPF na nota, este post é pra você!

Provavelmente, você  já ouviu essa pergunta em diversos estabelecimentos: “Quer colocar o CPF na nota?”.

Muita gente responde automaticamente com um “não, obrigado” ou então fala o seu Código de Pessoa Física sem saber o que essa pergunta significa de fato.

Na verdade, são poucas lojas que explicam o porquê de se colocar, ou não, o número do documento na nota fiscal eletrônica.

Pois bem, você encontrará aqui algumas respostas e a primeira é: SIM!

CPF na nota sempre! É bom para você. É bom para o país. Então, quando surgir essa pergunta, pode falar sem medo de ser feliz.

O CPF na nota fiscal é uma iniciativa dos governos estaduais de controlar a tributação fiscal do comércio, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e a combater a sonegação de impostos.

Por que colocar CPF na nota?

CPF na nota é uma medida dos governos para combater a sonegação fiscal e garantir o recolhimento do ICMS.

Clientes não sabem desse porquê e nem mesmo os lojistas conseguem justificar o motivo de colocar o número na NF-e.

E o principal motivo está relacionado à sonegação fiscal. Esse crime consiste na ocultação ou omissão de valores financeiros quando você declara os seus ganhos para pagar menos impostos à Receita Federal.

Quando o consumidor exige o CPF na nota, a emissão do documento torna-se obrigatória (como se já não fosse, né?). Em outras palavras, se você não reivindicar, pode ser que a nota não seja gerada, o empreendimento pague menos impostos e infrinja as leis.

A prática de colocar o CPF na nota também combate à pirataria e ajuda na tributação fiscal do comércio — é por isso que tem muito vendedor insistente quanto a ocultar essa informação.

Mas, tem uma vantagem que poucas pessoas sabem: os programas de benefícios dos Estados.

Programa de benefício, como assim?

Para incentivar a prática de CPF na nota, alguns estados brasileiros oferecem um programa que dá vantagens aos consumidores. Mas poucos sabem da efetividade desse incentivo. Além de permitir o ganho de renda extra, o estado arrecada mais e combate a sonegação fiscal.

Funciona assim:  você faz um cadastro no site das Secretarias de Fazenda (Sefaz).Feito, é só colocar os seus dados na NF-e, NFS-e ou NFC-e, independentemente se você realiza compras no cartão de crédito, cheque ou dinheiro.

O estabelecimento em que você realiza a compra é obrigado a registrar a venda, informando os dados para a Sefaz.

E fique tranquilo porque sim: a loja é obrigada a cadastrar essa nota para não ser acusada de sonegação do ICMS. Assim, você começa a ter chances de ganhar alguns benefícios. Dependendo das localidades em que você estiver, eles podem variar. Mas, basicamente são:

Descontos

Quem não ama um desconto? Em alguns estados, colocar o CPF na nota abate no valor de alguns impostos, como o IPTU e o IPVA do ano seguinte. Ainda é possível ganhar descontos na compra de livros.

Sorteio

Outro benefício é a chance de ganhar prêmios por meio de sorteios. Dependendo do estado, esses “brindes” podem chegar até a 1 milhão de reais e ocorrem mensalmente pela Loteria Federal.

As chances de ganhar são proporcionais a quantidade de vezes que você colocar o CPF na nota. Óbvio que você precisa conhecer as regras de seu estado e, muitas vezes, é necessário se cadastrar, mas nada complexo.

Resgate

Sim, você pode ter uma parte do dinheiro de volta!

Curtiu, não é? Eles acontecem a cada seis meses de acúmulo de crédito, ganhos ao se colocar os dados na Nota Fiscal.

Mais uma vez, é preciso fazer cadastro na Sefaz de seu estado e, dessa vez, informar os seus dados bancários.

Importante: não ache que você terá todo o dinheiro de volta! É claro que é apenas uma parte, que varia entre 20% e 30%. Nem fale que é pouco, porque até ainda pouco você nem sabia que podia ter esse dinheiro de volta!

Doações

Essa é uma vantagem pouco conhecida, mas possível em alguns estados. As doações acontecem para algumas ONGs e entidades sociais. Por isso, se você tiver uma, outra vantagem ao se colocar o CPF na nota. É claro que você precisa realizar um cadastro próprio para a sua instituição.

Se você sempre fica em dúvida sobre colocar ou não o CPF na nota, este post é pra você!

 

Provavelmente, você  já ouviu essa pergunta em diversos estabelecimentos: “Quer colocar o CPF na nota?”.

Muita gente responde automaticamente com um “não, obrigado” ou então fala o seu Código de Pessoa Física sem saber o que essa pergunta significa de fato.

Na verdade, são poucas lojas que explicam o porquê de se colocar, ou não, o número do documento na nota fiscal eletrônica.

Pois bem, você encontrará aqui algumas respostas e a primeira é: SIM!

CPF na nota sempre! É bom para você. É bom para o país. Então, quando surgir essa pergunta, pode falar sem medo de ser feliz.

O CPF na nota fiscal é uma iniciativa dos governos estaduais de controlar a tributação fiscal do comércio, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e a combater a sonegação de impostos.

Quais são os estados que oferecem vantagens para colocar CPF na nota?

Bom, infelizmente ainda não é em todo o Brasil que esses programas acontecem, e esse assunto compete apenas ao estado federativo tratar, por isso, cada um possui suas regras e seus benefícios próprios.

Você já deve ter ouvido falar da “nota fiscal paulista”, uma modalidade que ficou muito conhecida justamente por incentivar o preenchimento do CPF na nota. Isso se popularizou, até porque São Paulo foi um dos primeiros estados a oferecer o programa.

Mesmo que você conheça esse incentivo como “paulista”, saiba que não é só por lá que isso acontece. Vários estados já adotam essa prática. Acompanhe!

Bahia

CPF na nota - nota premiada bahia

A terra de todos os santos possui vantagens para quem coloca CPF na nota também, chamada de Nota Premiada. Na Bahia, ocorrem sorteios mensais, podendo o prêmio chegar a R$ 1.000.000! Sim, um milhão!

Cada nota, é um bilhete. Por isso, quanto mais vezes você colocar o seu CPF em notas fiscais, mais chances de ganhar você tem.

Existem muitos lugares que o CPF na nota ajudar a ter uma renda extra. Por isso, não hesite: se perguntarem, você já sabe!  Além de poder sair ganhando, você ajuda a combater a sonegação fiscal — um grave problema para a economia do nosso país. Então, contamos com você nessa, ok?

0 Shares
Blog PersonCloud

Fidelização de clientes: Porque investir?

Conteúdo anterior

Comunicado de manutenção 

Próximo conteúdo

Você pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.