Últimos conteúdos

Imposto de Renda 2022: Prepare já os documentos e receba restituição antes

0
IMPOSTO DE RENDA 201,Declaração IRPF 2019
0 Shares

É preciso ter muita atenção ao preparar a declaração do IR de pessoa física. Enviar informações erradas ou fora do prazo gera multas e outros problemas com a Receita, como a análise detalhada da sua declaração, a famosa malha fina.

Nesse processo é fundamental ter suas finanças e as da empresa organizadas de forma separada. Também é importante buscar o auxílio do contador para fazer a sua declaração do Imposto de Renda.

Para te ajudar a prestar as contas com o leão sem estresse, listamos tudo que precisa para fazer a sua declaração de IR corretamente. Continue a leitura para entender melhor sobre o assunto!

 

Você, que é dono de negócio, sabe o que é preciso para declarar o Imposto de Renda 2022 corretamente?

Se você tem um negócio, a primeira coisa a saber é que a declaração de pessoa jurídica não dispensa a declaração de pessoa física. Só quem é MEI pode “juntar” as duas declarações ao fazer o IRPF.

Para outras modalidades empresariais, é preciso declarar a renda da pessoa jurídica separada dos valores e bens pessoais, que devem ser informados no IRPF.

Os documentos necessários para cada declaração também mudam. Existem algumas exigências presentes no IRPJ que não estão no IRPF e vice-versa.

Mas, fique atento! Certos dados da sua empresa, como informes de rendimentos e valores do pró-labore, precisam constar na sua declaração de pessoa física, afinal, são eles que esclarecem para a Receita Federal qual a situação das suas finanças pessoais.

Para não errar, temos três recomendações para você. A primeira é simples: converse com seu contador. Ninguém melhor do que um assessor contábil para te ajudar na listagem dos documentos indispensáveis e explicar aqueles detalhes mais técnicos.

A segunda recomendação impacta seu dia a dia profissional: organize bem as finanças! O controle financeiro e a boa gestão das informações fiscais da sua empresa fazem a diferença na hora de fazer a declaração do imposto de renda.

Para gerenciar todos esses dados de forma simples e com menos chances de erros, evite planilhas ou controle em livros caixa. Aproveite que a tecnologia está cada vez mais acessível e mude essa realidade.

E sabe quem pode te ajudar nesta tarefa? O ERP Person Cloud, que simplifica a sua rotina administrativa e junta os principais dados em um só lugar. As vendas e o controle das entradas também podem ser mais simples.

A última recomendação também é muito importante: separe o dinheiro da empresa do seu dinheiro.

Misturar as contas dificulta o acompanhamento da saúde financeira do negócio e contribui para gerar problemas como dívidas pessoais pagas com verba da empresa, dificuldades para definir o pró-labore entre outros.

Embora as regras de declaração de Imposto de Renda 2022 para os empreendedores sejam as mesmas para quem não tem uma empresa, alguns pontos merecem atenção para que não surjam dúvidas.

Saiba como se preparar para o Imposto de Renda 2022

Não deixe sua declaração de Imposto de Renda para a última hora, o melhor momento para evitar erros é agora, quando você tem tempo para levantar todos os dados com calma.

Reunimos as principais dúvidas e informações que você precisa saber sobre a declaração do Imposto de Renda 2022 no infográfico abaixo. Aproveite e salve o material para consultá-lo sempre que precisar.

Quem deve entregar a Declaração do Imposto de Renda em 2022?

As regras para entregar a Declaração do Imposto de Renda de 2022 ainda não foram divulgadas pela Receita Federal, entretanto, com base na declaração de 2021, vamos apresentar quem deve estar obrigado em 2022.

Veja quem deve estar obrigado a declarar o Imposto de Renda em 2022:

  • O contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • O contribuinte que recebeu rendimentos isentos acima de R$ 40.000;
  • O contribuinte que, até o último dia de 2021, tinha posses somando mais de R$ 300 mil;
  • Quem obteve receita bruta anual decorrente de atividade rural em valor acima do limite de R$ 142.798,50;
  • Quem declarou em qualquer mês de 2021, um ganho de capital na venda de bens ou realizou operações na Bolsa de Valores;
  • Quem optou pela isenção de imposto na venda de um imóvel residencial para comprar outro dentro de 180 dias;
  • Todos que passaram a morar no Brasil em qualquer mês de 2021;
  • Quem recebeu o auxílio emergencial em 2020, em qualquer valor, inclusive por dependentes, e também outros rendimentos em valor anual superior a R$ 22.847,76.

Não se esqueça, se organize e entregue o seu Imposto de Renda mais rápido em 2022.

0 Shares
Blog PersonCloud

Supply Chain: o que é e quais os benefícios para o seu negócio

Conteúdo anterior

Ideias de pequenos negócios para você começar a empreender

Próximo conteúdo

Você pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.